quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Krinio


Apontem para o meu coração
agora é melhor para mim.
para vos tornar tudo mais fácil
cosi este pedaço de pano preto
mesmo no meio dos meus seios.

Não sei como será o vosso disparo
- pobres soldados imberbes – fizeram-vos levantar
de madrugada por minha causa
nunca empunhei uma espingarda – não sei

Vejo os vossos olhos muito abertos
- não podeis evitar tudo isto –
as vossas mãos querem tocar-me
antes de puxarem o gatilho – eu compreendo

Provavelmente ainda tendes as alcunhas
da adolescência
e quem sabe, talvez tenhamos brincado juntos nas ruas

Prossigam, poupem-me à geada da manhã
estou quase nua
vistam-me com os vossos tiros
sorriam para mim rapazes
deixem o meu corpo coberto pelo vosso olhar

Nunca um amante me fez isso
nem mesmo em sonhos.
***
(Rita Mpoumi-Pappas)
- Tradução de Maria de Lourdes Guimarães

1 comentário:

Vantuilo Gonçalves disse...

Bela e muito criativa sua composição poética, poeta, parabéns sempre.