domingo, 24 de janeiro de 2010

Os dois horizontes


Dois horizontes fecham nossa vida:
Um horizonte, — a saudade
Do que não há de voltar;
Outro horizonte, — a esperança
Dos tempos que hão de chegar;
No presente, — sempre escuro,—
Vive a alma ambiciosa
Na ilusão voluptuosa
Do passado e do futuro.
*
Os doces brincos da infância
Sob as asas maternais,
O vôo das andorinhas,
A onda viva e os rosais;
O gozo do amor, sonhado
Num olhar profundo e ardente,
Tal é na hora presente
O horizonte do passado.
*
Ou ambição de grandeza
Que no espírito calou,
Desejo de amor sincero
Que o coração não gozou;
Ou um viver calmo e puro
À alma convalescente,
Tal é na hora presente
O horizonte do futuro.
*
No breve correr dos dias
Sob o azul do céu, — tais são
Limites no mar da vida:
Saudade ou aspiração;
Ao nosso espírito ardente,
Na avidez do bem sonhado,
Nunca o presente é passado,
Nunca o futuro é presente.
*
Que cismas, homem?
– Perdido
No mar das recordações,
Escuto um eco sentido
Das passadas ilusões.
Que buscas, homem? – Procuro,
Através da imensidade,
Ler a doce realidade
Das ilusões do futuro.
*
Dois horizontes fecham nossa vida.
***
(Machado de Assis)

6 comentários:

josé luís disse...

cristiana,

vinha visitá-la, porque realmente já tinha estranhado a sua ausência, e deparei com a sua mensagem...

compreendo perfeitamente que haja momentos em que este jardim não faça tanto sentido como antes fizera - mas espero que cumpra o que disse ;-) e que seja mesmo só até breve - porque ao longo destes meses fui-me tornando também uma espécie de jardineiro destes seus poemas em flor...

que consiga o que quer, que corra tudo bem e felicidades!
(e que esta última frase seja uma fábula completa)

Cristiana disse...

José Luís,
será um até breve, só não sei quão breve será.

Obrigada pelas suas palavras.
Vai correr tudo bem, se Deus quiser.
:-)

Erico Bratfish disse...

QUE PENA!!!
FIZ UMA POESIA QUE PODERIA ESTAR EM SEU BLOG...
ACHEI TUDO MUITO LINDO!
TENHA MUITO SUCESSO,
BEIJOS POÉTICOS,
ERICO.

Confessa disse...

Maravilha o seu blog!De muito bom gosto.
Parabéns!
com carinho, Luiza ananias

Cristiana disse...

Erico, obrigada pela sua visita.
Pena porquê?
Creio que talvez tenha percebido que não voltaria a postar...
Mas, se assim foi, percebeu mal.
Será com todo o gosto que publicarei o poema, ou poemas, que quiser ver por aqui.

Volte sempre.
:-)

Cristiana disse...

Luiza, obrigada pela visita e pelo incentivo nas suas palavras.
:-)