sábado, 21 de novembro de 2009

O amor é


O amor é
um nome de mulher
na boca de um homem.
*
O amor é
uma flor perfeita
na lapela de um homem só.
*
O amor é
um continente sem fronteiras
para que tudo aconteça.
*
O amor é
a alegria do corpo
sem vergonha de amar.
*
O amor é
dividir somente
o que se pode partilhar.
*
O amor é
uma cidade azul
no dorso de uma nuvem.
*
O amor é
um rapaz loucamente
apaixonado por uma rapariga.
*
O amor é
tão fácil e tão simples
que até se torna difícil.
*
O amor é
tudo aquilo que um dia
ganhamos coragem para ser.
*
O amor é
gostarmos de nós
e sabermos porquê.
***
(José Jorge Letria)

5 comentários:

josé luís disse...

...e o amor também é
gostarmos de poesia
sem sabermos porquê...

(agora agradeço eu,
grande, enorme poema)

Cristiana disse...

É um belo poema, sim.

prosasdeoutono disse...

Olá Cristina,

O Amor é tudo isso e muito mais...
lindo poema

Beijinhos e bom Domingo
Alex

josé luís disse...

... e dediquei-lhe uma fábula incompleta... pode ir ao meu palavrog completá-la.
;-))

josé luís disse...

cristiana, deixo-lhe aqui o comentário que quis deixar na resposta ao seu comentário, porque aparentemente não consigo visualizá-lo no meu próprio blog:


...ainda bem que gostou
(e não deixe de ir cantando...)